MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Bagé pode ter racionamento de água a partir de sexta-feira

Em 10/01/2021 às 19:33h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Bagé pode ter racionamento de água a partir de sexta-feira | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Tiago Rolim de Moura

Em função da falta de chuvas e da diminuição dos níveis das barragens, o Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb) considera retomar o sistema de racionamento diário de água. Os cortes podem ter início já na próxima sexta-feira, 15. A exemplo do ano passado, o rodízio será de 12 horas, realizado por áreas (Zona Leste e Oeste), que serão abastecidas das 3h da madrugada às 15h, e das 15h às 3h, respectivamente.

De acordo com o diretor do Daeb, Eduardo Mendes, a falta de chuva e o consumo deixaram os níveis dos reservatórios em 56%, ou seja, 2,4 milhões de metros cúbicos. A capacidade total das três barragens (Piraí, Sanga Rasa e Emergencial) é de 4,210 milhões de metros cúbicos.

O diretor pede para que a população faça o uso racional, sempre que possível, reutilizando água de piscinas, lavadoras e tomando medidas de economia. Hoje, o nível da Sanga Rasa, o maior e principal reservatório da cidade, está 3,10 metros abaixo do considerado normal. 

O reservatório do Piraí está 2,35 metros abaixo e a Emergencial está 0,45 centímetros aquém do limite máximo. “Estamos preparando uma campanha de conscientização e buscando outras alternativas para garantir o abastecimento”, relata.

Mendes enfatiza que ainda há dois meses de verão pela frente e o prognóstico do clima mostra que a estiagem vai se manter no Estado. O diretor ressalta que entre as alternativas discutidas pela equipe do Daeb constam a ativação de poços artesianos e até o uso das pedreiras. “Também contamos com o apoio do Exército para o abastecimento”, pontua.

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99107-9279

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online