MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Social

Elisabeth Marques é agraciada com o Prêmio Zumbi dos Palmares, promovido pelo Parlamento Gaúcho

Na véspera do dia da Consciência Negra, temos o prazer de divulgar que Elisabeth de Almeida Marques, que possui uma trajetória reconhecida e pública atuação em prol da comunidade negra, que luta pela valorização da beleza e da cultura, receberá hoje, dia 19, o Prêmio Zumbi dos Palmares.

Em 19/11/2020 às 00:02h
Viviane Becker

por Viviane Becker

Elisabeth Marques é agraciada com o Prêmio Zumbi dos Palmares, promovido pelo Parlamento Gaúcho | Social | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Elisabeth de Almeida Marques recebe a premiação hoje, de forma online Fotoo: Divulgação

A distinção concedida pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul acontece anualmente e enaltece entidades e personalidades que atuam em prol da valorização e do desenvolvimento da comunidade negra nas áreas cultural, política, social, esportiva e religiosa.

As inscrições dos nomes que disputam a premiação são feitas por entidades vinculadas à causa afro-brasileira com reconhecida atuação no Rio Grande do Sul. Elisabeth foi indicada pela comissão organizadora do Fórum permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial, aqui de Bagé, e pela 13ª Coordenadoria Regional de Educação.

 

Premiação

Apenas três personalidades do Estado foram premiadas: Elisabeth, pela atuação na área social, Mário Augusto da Rosa Dutra, pela cultural e pela política, e O Movimento Negro Unificado do RS.

Os agraciados receberão a medalha alusiva à premiação assim como o certificado reconhecido pela Assembleia Legislativa. Este ano, devido à pandemia, a cerimônia integrará a XI Semana da Consciência Negra - A roda da Vida - que acontece em formato online, promovida pela Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Estado.  O evento será transmitido neste dia 19, às 18h, pelo canal do youtube pelo (www.youtube.com/tvalrs).

 

Honraria

Ela é funcionária pública, natural de Encruzilhada do Sul, mas reside em Bagé há mais de 30 anos.  Muitos a conhecem pela relação que tem com a Sociedade Recreativa e Cultural “Os Zíngaros”. Tudo começou em 1997, quando foi convidada para fazer parte da diretoria social do Clube.  Desde então, Elisabeth intensificou sua luta pela valorização da beleza e cultura negra através dos concursos realizados na entidade.

Foram várias as ações encabeçadas pela homenageada ou que tiveram sua participou em Bagé e em diversas cidades do Estado, incluindo a criação da Coordenadoria de Políticas Públicas de Igualdade Racial.  Sua história pessoal é recheada de homenagens:

2012 - “Bravo” Dr. Álvaro de Godoy – concedido pela Coluna Social de Gilmar de Quadros; 2013 – Prêmio Correios Negros do Brasil – em Porto Alegre; 2015 – Honra ao Mérito concedido para Câmara Municipal de Bagé; 2015 – Troféu Raça Negra concedido pela Pastoral Afro; 2016 – Troféu Orgulho Negro concedido pela Escola de Samba Aliança; 2018 – “Comenda de Mérito Vereadora Lígia Almeida” concedida pelo Poder Legislativo de Bagé.

 

Fazendo história

Em 2016, Elisabeth imprimiu seu nome na história de Bagé, por ser a Primeira Mulher, em 84 anos de existência de “Os Zíngaros”, a ocupar o cargo de presidente.

Agora, mais uma vez, ela será aplaudida por seu intenso trabalho em prol da valorização da cultura e da população negra da cidade de Bagé e por consolidar a SRC “Os Zíngaros” como um lugar de resistência.  São mais de 23 anos de dedicação ao SRC, onde ela luta, juntamente com sua família, para conservar o clube e perpetuar a história. Elisabeth reiniciou as atividades da sociedade com muitas dificuldades e, hoje, o clube se mostra não somente como resistência negra, mas também uma referência na cidade e na região, tanto em questão de atuação quanto no que se refere à gestão eficiente. Nos dias atuais, ao mesmo tempo em que infelizmente lamentamos o encerramento das atividades de clubes tradicionais de Bagé, aplaudimos a diretoria do SRC, que o mantém ativo e com uma infraestrutura admirável.

 

Dia Nacional da Consciência Negra

Essa é uma data de celebração e de conscientização sobre a força, a resistência e o sofrimento que a população negra viveu no Brasil desde a colonização. Nos dias atuais, ainda se discute muito o racismo e a luta contra a exclusão e a desigualdade social. E fomos saber qual a opinião de Elisabeth sobre o assunto.

"Não generalizando, mas a nossa sociedade ainda é muito racista e com o advento da Internet aquilo que era de certa forma "velado", acabou por ser escancarado. Ver um preto em cargo de chefia, numa direção ou em profissões mais "prestigiadas" ainda causa muito incômodo e, para alguns, um total desconforto por não admitirem ver que as pessoas pretas não estão em posição de serviçal ou são subalternos. As pessoas possuem um entendimento de que dependendo da classe social ou da posição que uma pessoa negra ocupe, ela não será atingida pelo racismo. Muito pelo contrário , quando uma pessoa negra ocupa um espaço considerado pelo sistema como um “não lugar de negros” ele causa incômodo , pois para a grande maioria aquele espaço não lhe pertence. Por isso costumamos dizer que independente da classe social ou do cargo que uma pessoa negra venha a ocupar, a sua "cor" sempre chegará à frente e ela terá que constantemente provar que tem capacidade para ocupar aquele espaço. É isso que o racismo faz, tira direitos, oportunidades, e coloca em dúvida a capacidade de uma pessoa negra ocupar determinado espaço. Por isso a importância do 20 de novembro. Chamar a atenção para o imenso abismo social existente entre negros e não negros. Importante frisar que ao contrário do que muitas pessoas pensam, nossa intenção não é declarar uma guerra ou separação entre negros e não negros. Nossa luta é pela igualdade de direitos e oportunidades".

Galeria de Imagens
Leia também em Social
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 9 99719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online