MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Esportes

Bagé sai na frente, mas cede empate para o Santa Cruz no Pedra Moura

Em 18/11/2020 às 17:05h
Yuri Cougo Dias

por Yuri Cougo Dias

Bagé sai na frente, mas cede empate para o Santa Cruz no Pedra Moura | Esportes | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Próximo duelo será sábado novamente no Pedra Moura - Foto: Yuri Cougo Dias

Assim como era previsto, o Bagé enfrentou dificuldades nas duas primeiras rodadas da Copa Ibsen Pinheiro. Na tarde desta quarta-feira (18), o jalde-negro até saiu na frente, mas cedeu o empate para o Santa Cruz e finalizou em 1 a 1. Agora, transfere para sábado a responsabilidade da primeira vitória na competição, diante do Riopardense, às 15h30min, novamente no Pedra Moura.Bagé sai na frente, mas cede empate para o Santa Cruz no Pedra Moura

Diferentemente do que foi apresentado na derrota para o São José, em jogo válido pela estreia da Copa Ibsen Pinheiro, o Bagé apresentou um futebol com mais mobilidade ofensiva. Pelas escolhas do técnico Claiton, era algo até esperado, visto que entrou em campo com Wallan Luan e Andrei no ataque, ambos com a velocidade como uma de suas características principais.

E a teoria transformou-se em prática desde o início da partida com diversas tentativas de ataques pelos lados de campo. No meio, o estreante Raphinha Thomaz, novidade no time, buscava jogo, em busca de mais organização das jogadas.Até pela estreia, uma goleada por 6 a 1 sobre o Riopardense, o Santa Cruz era visto como um adversário que o ferecia dificuldades ao jalde-negro.

Mas quem abriu o placar foi o jalde-negro. Aos 28 minutos, veio o gol. O lateral esquerdo Geovane avançou e cruzou para a área. Mesmo que de peito, o volante Índio ganhou a disputa embolada na área e empurrou para as redes: 1 a 0.

Só que aos 48 minutos, já na finaleira da primeira etapa, o centroavante Nena foi derrubado e o pênalti foi assinalado. Na cobrança, o meio-campista Jean Roberto converteu, com bola para um lado e goleiro para o outro: 1 a 1.

No segundo tempo, Claiton já voltou do vestiário com modificação: Bruno Vidal no lugar de Andrei. E dentro de campo, a equipe também demonstrou as correções defensivas, com segurança da dupla de zaga Yuri e Jamerson pois os ataques do Santa Cruz não eram desenvolvidos com a mesma velocidade da primeira etapa.

Com a neutralização do adversário, Claiton apostou num matador para liquidar o placar. Para isso, tirou um dos volantes, Felipe Chagas, e colocou o experiente centroavante Zulu, que dessa vez, começou o jogo no banco de reservas.

A partir da figura de um centroavante de porte na área, o Bagé começou a investir em levantamentos para a área. Aos 35 minutos, em escanteio cobrado pelo lado esquerdo, Marcelinho Vidal colocou na área e Zulu desviou de casquinha, levando perigo à meta do goleiro Fabiano Heves.

Porém, a presença do centroavante não foi suficiente para conseguir garantir os três pontos. Nos acréscimos, críticas não faltaram para a condução da arbitragem. De resto, empate em 1 a 1.

 

FICHA TÉCNICA

BAGÉ 1X1 SANTA CRUZ

Copa Ibsen Pinheiro – 2ª rodada

18 de novembro de 2020 (quarta-feira

Estádio Pedra Moura

 

BAGÉ – Matheus Kertsner, Jackson (Júlio), Jamerson, Yuri e Geovane (Samuel); Índio, Felipe Chagas (Zulu), Marcelinho Vidal e Raphinha Tomaz (Igor Trindade); Wallan Luan e Andrei (Bruno Vidal). Técnico: Claiton dos Santos.

SANTA CRUZ – Fabiano Heves, David, Léo Carioca, Luís Henrique e Felipe (Ivan); Bem Hur, Laion, Jean Roberto, Jeferson Luis e Allan Cristian (Marlon); Nena (Jaja). Técnico: Wilian Campos.

ARBITRAGEM – Dakimalo Garra Gomes, auxiliado por Luiz Paulo Duarte Rodrigues e Douglas Israel Paulo Vidarte. Quarto árbitro, Maurício Dalé Granato. Delegado, Paulo Ricardo Soller Camacho.

AMARELOS – Raphinha, Andrei e Yuri (Bagé); Deivid, Laion, Felipe e Jean Roberto (Santa Cruz)

 

Galeria de Imagens
Leia também em Esportes
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 9 99719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online